8 sinais de que pode estar na hora de comprares um novo Android!

Talvez seja hora de pensar em comprar um equipamento novo.

Como a maioria das pessoas, quando compras um equipamento, desejas que ele dure o máximo de tempo possível. Ainda assim, por diversas razões, pode estar na altura de fazeres um upgrade e considerar novidades no mercado.

Caso estejas na dúvida, reunimos alguns sinais que indicam que o teu telemóvel pode estar a precisar de reforma.

A bateria já não dura muito tempo

Embora haja maneiras de prolongar a bateria do teu equipamento, há uma altura em que a bateria já não possui a mesma saúde. Se calhar a tua bateria já só dura umas horas e não chega para a tua utilização normal diária.

Isto porque devido ao lítio das baterias, a mesma começa a deteriorar com o tempo. Eventualmente, após centenas de ciclos de carga, a bateria do teu telemóvel já não vai conseguir manter a carga com tanta eficácia.

Assim sendo, é recomendado que não deixes o equipamento a carregar a noite toda, por exemplo. Ainda assim, telemóveis modernos já vem com prevenções contra carregamentos prolongados, tal é o exemplo do Adaptive Charging.

Telemóvel está lento

Com os anos de utilização, a lentidão é algo que se pode fazer notar facilmente em telemóveis, especialmente na gama de entrada ou média. A causa número um é a quantidade de atualizações e informação que vai ficando armazenada no equipamento.

Se o telemóvel não tiver armazenamento ou mesmo memória suficientes para gerir tanta informação e atualização, irá acentuar-se a lentidão no sistema. Abertura de apps ou mesmo navegação pode tornar-se frustrante com um telemóvel lento. Falando nisso...

Telemóvel desatualizado (de duas formas)

Todos os anos a Google anuncia uma atualização do Android, mas por mais otimizada que seja, cada atualização consome mais recursos nos equipamentos.

Se tens um equipamento que já não recebe atualizações há 6-12 meses, talvez devas considerar trocar. Um telemóvel sem atualizações não terá as funções mais recentes e por vezes pode ficar comprometido no que toca a segurança.

Além do software, o equipamento pode também estar desatualizado em hardware. Um processador mais datado ou memória insuficiente podem ser fatores contribuintes para a lentidão.

Novas apps não correm

Nem todas as apps na Google Play Store são compatíveis com todos os equipamentos Android. É possível que já tenhas encontrado apps que simplesmente não são compatíveis com a versão do Android que tens no equipamento.

Isto aplica-se maioritariamente a jogos ou aplicações graficamente exigentes como de realidade virtual. Estas apps precisam de memória, GPU e CPU atualizados para correrem da melhor forma.

Dark Squad of Designers Productivity Tools 😄 Write me: alexanderbemore@gmail.com, if you need 3D visuals for your products.
Photo by Alexander Shatov / Unsplash

Apps estão sempre a fechar

Apps a fechar (ou a crashar) são um problema comum em alguns equipamentos Android. Claro, pode ser da app que foi mal programada mas também pode surgir de incompatibilidades com a versão do sistema.

Além disso, se correres uma app que requer recursos a mais do que tens disponível no telemóvel (RAM, CPU), a app vai fechar inesperadamente. O mesmo pode acontecer com pouco armazenamento.

A câmara não tem qualidade

Conforme as câmaras em telemóveis foram melhorando, mais exigentes vamos ficando na qualidade. Há telemóveis que na altura pareciam ter uma qualidade fantástica, mas que hoje em dia são inutilizáveis.

Nesse sentido, este pode ser um ponto decisivo para ti. Se gostas de tirar fotografias ou filmar, investe num novo equipamento. Podes inclusive optar por um topo de gama mais antigo em vez de um telemóvel mediano mais recente.

Samsung Galaxy S6 with shattered screen
Photo by Ashkan Forouzani / Unsplash

O telemóvel está partido ou riscado

Um sinal bastante óbvio, mas que convém incluir à mesma. Certamente já conheceste alguém ou tiveste a experiência de utilizar um telemóvel com ecrã partido, botões que não funcionam ou outros danos estéticos.

Embora muitos de nós se mantenham com esses equipamentos partidos por falta de opção, mentaliza-te que um telemóvel com danos físicos irá eventualmente falhar-te, talvez em momentos inconvenientes.

Assim sendo, mesmo que não possas comprar um novo, considera pelo menos reparar os danos (novo ecrã, nova bateria), se for financeiramente vantajoso.

Estás a ficar sem espaço

Finalmente, temos o que é das queixas mais comuns em telemóveis: falta de armazenamento. Mesmo com cartões de memória e armazenamento na nuvem, os telemóveis continuam a precisar de memória interna para o sistema e aplicações de raiz.

Felizmente, o padrão na maioria dos telemóveis já é 64 GB ou mais. Desta forma, não precisas de despender grandes valores para adquirir um equipamento com armazenamento satisfatório.