BeReal é a nova rede social incontrolável

Inaugurada em 2020 a rede social BeReal baseada na partilha de imagens começa agora a ganhar popularidade sem par. Mas afinal o que está por trás desta recente escalada para o sucesso?
2 mins de leitura
BeReal é a nova rede social incontrolável
Publicidade
Publicidade

A BeReal foi desenvolvida para proporcionar aos seus utilizadores uma variante mais autêntica das redes sociais até aqui conhecidas, como por exemplo Facebook, Instagram, ou a recente TikTok .Nestes espaços os utilizadores partilham apenas os momentos altos das suas vidas, do seu quotidiano, A BeReal apenas permite aos utilizadores tirarem uma fotografia durante um determinado período de tempo, bastante curto por sinal, e não dá a mínima chance aos utilizadores de trabalharem os instantâneos.

A aplicação notifica os utilizadores para capturarem uma fotografia diariamente e qual o espetro de partilha. Desde o instante da notificação o utilizador da BeReal tem dois minutos para o fazer sendo exibida no ecrã do telefone a contagem decrescente.

A publicação será feita com uma fotografia realizada pela câmara traseira do telefone sendo que passado pouco mais de um segundo é capturado outro instantâneo pela câmara frontal, a utilizada para capturar selfies. Assim conseguem-se duas panorâmicas: do ambiente e do utilizador.

Para ajudar a criar um grande fluxo de conteúdo a BeReal apenas permite aos seus utilizadores visualizarem conteúdo de outros utilizadores quando cumprido o desafio da fotografia diária.

A popularidade da BeReal, estreada no mercado global de aplicações em 2020, surge apenas agora, em pleno 2022, e cativa maioritariamente as atenções da Geração Z. Com este novo fenómeno desencadeado pela BeReal a popularidade da rede TikTok tem vindo a sofrer o impacto e foi já invadido com milhões de posts e mêmes a encorajar a transição entre redes..

De acordo com números revelados pelas estatísticas da Sensor Tower a 19 de julho o número de descargas da BeReal supera já os 20 milhões, sendo este número dividido pelas plataformas iOS e Android. Nas próximas semanas, e com a entrada do pico do Verão é muito provável que este número dilate exponencialmente.

Partilhar artigo