Como melhorar a privacidade no teu Android!

Melhora a privacidade do teu Android com estas dicas!
Escrito por António Guimarães e
3 mins de leitura
Como melhorar a privacidade no teu Android!
Publicidade
Publicidade

Nem todos os dados que passam pelo teu smartphone precisam de ser parilhados com a Google. Apesar de serem gratuitos, os serviços da Google colecionam constantemente os dados dos seus utilizadores. Caso queiras reduzir a exposição dos teus dados, segue estas dicas.

Opta por não personalizar preferências

Para evitares que a Google te siga enquanto navegas, podes desativar algumas das opções nos controlos de atividade.

  1. Abre as Definições > Privacidade > Controlos de atividade
  2. Seleciona a tua conta Google.
  3. Desativa Atividade em web e apps: os resultados de pesquisa podem tornar-se menos personalizados
  4. Desativa Histórico de localização: isto evita que o Google rastreie a tua localização. Além disso, o Google Maps desativa a função de linha de tempo, onde mostra os locais recentemente visitados.
  5. Desativa o histórico no YouTube. Isto vai fazer com que o Google deixe de personalizar as recomendações.
  6. Desativa Anúncios personalizados: vais receber anúncios menos relevantes.

Se quiseres uma abordagem menos agressiva, podes também escolher com que o Google elimine automaticamente os dados. Podes ir ainda a myactivity.google.com para ver os dados recolhidos e apagar manualmente.

Rastreio de localização

Felizmente, o Android atual permite ao utilizador escolher os acesso que cada app tem, incluindo a localização. Para tal, deves:

  1. Abrir as Definições > Privacidade > Gestor de permissões > Localização.
  2. Escolhe as permissões para cada app.

É importante salientar que apps de navegação ou meteorologia precisam da localização para funcionar corretamente.

Desliga cópias de segurança

Caso queiras evitar que cópias de segurança sejam enviadas para Google, eis como fazer:

  1. Abrir Definições > Sistema > Cópia de segurança
  2. Desativa a opção de cópia de segurança do Google Drive.

Contudo, salientamos: assim que desativares esta opção, não serão feitas mais cópias de segurança. Caso percas o teu dispositivo, não poderás recuperar nenhuns dos dados guardados. Utiliza esta opção com precaução.

Utiliza alternativas ao Chrome ou serviços Google

A maioria dos navegadores coleciona os teus dados, é verdade. Contudo, sendo da Google, os teus dados no Chrome estarão sempre mais expostos. Assim sendo, talvez queiras optar por um navegador fora da Google/Microsoft como o Firefox, Vivaldi ou Brave Browser.

É muito comum utilizarmos o Chrome por defeito no Android, contudo, podes sempre mudar o navegador pré-definido. Inclusive, podes mudar o motor de busca pré-definido para outro que não seja o Google.

Quem diz o Chrome diz outros serviços, podes optar por alternativas ao Gmail, Google Drive e outros.

Não confies no Modo Anónimo

O modo anónimo na maioria dos navegadores só serve para visitar sites sem armazenar histórico e alguns cookies. No entanto, não te deixes enganar: existem trackers de anúncios que utilizam uma combinação da informação do hardware, software e endereço IP para seguir-te, seja em modo anónimo ou normal.

Caso queiras evitar esse rastreio, experimenta o Tor Browser ou a instalação de uma VPN de confiança. Estes métodos sim, encriptam as tuas pesquisas por servidores adicionais, escondendo a tua identidade e localização de outros utilizadores e a da tua fornecedora de internet.

Ativa a proteção de dois fatores

A autenticação de dois fatores (2FA) é um método bastante popular de segurança. Quando ativo, qualquer tentativa de login vai requerer um método adicional de autenticação, além da palavra-passe.

Por exemplo, pode ser enviado um SMS para um número de confiança ou uma notificação no telemóvel. Desta forma, ativas uma camada de segurança extra e ficas protegido contra potenciais hackers. Para tal, deves entrar na tua conta Google no computador ou na versão web do telemóvel.

Partilhar artigo