Funcionalidades da câmara que as marcas deveriam copiar umas às outras

São diversas as inovações de software que analisamos e que elevariam a experiência da câmara. Desde a soluções da Samsung, Honor, Xiaomi até à Sony.
Escrito por Diogo Simões e
4 mins de leitura
Funcionalidades da câmara que as marcas deveriam copiar umas às outras
Photo by Dan Smedley / Unsplash
Publicidade
Publicidade

Câmara tripla. Inteligência artificial. Processamento computacional. Câmara ultravision. Fotografia astro. Nightphotograpy. Vocês escolhem. São diversos os nomes que as fabricantes dão às suas funcionalidades de câmara mas, infelizmente, nem todas as marcas oferecem soluções realmente únicas, impressionantes e capazes de agilizar a nossa vida. A pensar nisso, e no que seria uma câmara perfeita, venho apresentar-vos as soluções mais únicas das diferentes marcas e de como cada uma das restantes a deveria copiar.

Samsung - Single Take, Zoom Lock e Detailed Enhancer

Começando pela fabricante Android mais conhecida, o modo de câmara Single Take é uma ferramenta perfeita, onde pelo tempo que queremos, o equipamento grava a ação que decorre à nossa frente para, como por magia, fazer depois um conjunto de fotos, vídeos, GIFs, vídeos em slow-motion e até fotografias estilizadas. Dando-nos a escolha guardar todas as sugestões, este modo é uma ajuda à criatividade e quando o tempo não permite que percamos tempo na composição de uma imagem - especialmente em motivos que se movam.

Destaco ainda duas funcionalidades recentes da marca: a Zoom Lock faz maravilhas ao bloquear o tremer quando se faz zoom após 30x e o modo de detalhes melhorados. Isto funciona recorrendo à resolução total do sensor - neste caso, 108MP, e de recolher o máximo de informação possível deste para a combinar numa única fotografia. Isto é útil, visto que quanto maior o número de píxeis nos sensores móveis, mais pequenos.

Honor - Fusão de Imagens de Diferentes Sensores

Com esta solução de processamento apresentada no Honor Magic3 Pro, esta forma de olhar a fotografia vem, na minha opinião, já tarde ao mercado. Tendo os sensores fotográficos duplos começado a aparecer numa ótica de melhorar as imagens noturnas (exemplo do Huawei P20 Pro) ao fundir os dados de um sensor a cor e outro preto e branco, a tecnologia da Honor dá vários passos à frente.

Imagem à esquerda de uma captura sem o sistema Fusion e à direita após o processamento de imagens dos sensores principais e telefoto

Quantas foram as vezes que, em reviews a smartphones, se critica a qualidade dispare do sensor principal comparado aos restantes? A Honor resolve este problema com as fotografias finais a serem alvo de um avançado processamento computacional e neural que junta capturas do sensor principal, telefoto e ultra grande-angular para dar fotografias com mais detalhe e qualidade.

Xiaomi e Sony - Deteção de Movimento Rápido

As câmaras têm evoluído, na sua maioria, em números, mas tal tem permitido para que marcas conceituadas esqueçam a captação rápida e o rastreio de movimento para motivos que se mexem. Aqui entram as soluções da Sony e Xioami, com as inovações da Sony a serem as mais surpreendentes pela velocidade com que conseguem captar sujeitos sem saírem tremidos e em burst.

Sony - Eye-autofocus & Cpatura Preditiva

Aliado à funcionalidade de cima, o rastreio por olho a pessoas ou animais é algo demasiado fabuloso para passar ao lado, especialmente nos amantes de fotografia. Isto permite aos sujeitos estarem sempre em foco e que fiquem sempre bem, especialmente em cenas de ação e com animais. A solução da Sony permite captura de 20 fotografias por segundo com esta funcionalidade de burst o que, conjugado com outras funcionalidades, elevaria a experiência de câmara a outro nível.

Das funcionalidades presentes nos equipamentos XZ da Sony, há alguns anos, era a Captura Preditiva. Isto funcionava sempre que era detetada ação e que, mesmo que uma pessoa fizesse um disparo, o equipamento apresentava três resultados previstos. O objetivo era garantir fotografias focadas ou com sorrisos e ações bem preservadas.

Google - Modo astro, Top Shot e Motion Mode

A Google, ano após ano, não só surpreende com as suas funcionalidades, mas com aquilo que faz com o seu hardware, mostrando como diversas funcionalidades aqui neste artigo são possíveis. Destaco, claro, o modo de astrofotografia fabuloso e que seria delicioso de ter em qualquer equipamento.

Exemplo de fotografia retirada com Action Pan

Sendo das funcionalidades mais conhecidas, destaca-se ainda uma parecida à da Sony, sendo a oferta da Google chamada de Top Shot em que após a fotografia ser tirada, o software dá sugestão de uma fotografia melhor. Ainda para quem gosta de longa-exposição temos as funcionalidades de Action Pan e Long Exposure. Action Pan adiciona um fundo a um sujeito parado ou em movimento de forma criativa e o Long Exposure permite adicionar efeitos a um motivo de uma fotografia.

Huawei - Silky Water e Rastreio de Estrelas

A Hauwei foi pioneira em diversos modos fotográficos. Destaca-se os modos de pintura de luz, onde estão o modo de rastreio de estrelas e de silky water, onde sem a necessidade de se usar tripé para este último, o equipamento consegue captar fotografias de forma bela e sem qualquer trabalho por parte do consumidor.

A Google levou, o ano passado, alguns "deste modos" para os seus equipamentos e espero, de forma ansiosa, que outras marcas o façam.

Quais as funcionalidades que mais gostariam de ver no vosso smartphone?

Partilhar artigo