Google acaba com o Android Auto para smartphones

A empresa terminou mais um serviço ao integrá-lo nativamente no sistema Android. Contudo, pode existir uma alternativa...

Com o Android Auto para smartphones a ser introduzido em 2015, a empresa procurou com esta funcionalidade uma interface que livrara o utilizador das distrações de navegar num ecrã. Com ícones grandes e fáceis de aceder, o objetivo era promover uma navegação, não só intuitiva e rápida, como segura.

Fonte: Sammobile

Agora, sete anos após o lançamento, a empresa descontinuou por completo a aplicação que tornava isto possível nos ecrãs dos smartphones e que era especialmente útil para quem não tem um carro com suporte ao Google Auto.

Fonte: Android Central

Apesar da funcionalidade ainda estar presente nos equipamentos Android, esta integrou-se mais no sistema e permite somente o emparelhar aos carros. Na verdade, a própria aplicação do Android Auto para Phone Screens era já incompatível com o novo Android 12.

Existe uma resposta para quem não tem um carro compatível

A pensar naqueles que querem continuar a ter uma interface específica para a condução, a Google permite aos utilizadores lançarem, por meio do Assistente, o modo de condução. Isto, contudo, leva a que não exista uma aplicação dedicada e seja necessário um comando de voz para se ativar.

Infelizmente esta experiência está limitada à Alemanha, Austrália, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, índica, Itália, México e Reino Unido, sem qualquer informação para Portugal.

Todavia, a empresa tem-se esforçado para apresentar uma interface mais amigável no modo de condução nas aplicações de navegação Google Maps e Waze e que permite interação fácil com conteúdo de multimédia, nomeadamente o Spotify. Não sendo a solução ideal, será interessante perceber se, visto que já temos o Google Assistente disponível em Portugal há mais de um ano, a empresa traga esta nova funcionalidade do "Modo Condução" ao nosso país.