Samsung Galaxy Z Fold 4 vs. Z Fold 3: vale a pena atualizar?

O Galaxy Z Fold 4 é a nova jóia da coroa da Samsung, no que a dobráveis diz respeito, mas compensa o investimento?
Escrito por Daniel Pinto e
4 mins de leitura
Samsung Galaxy Z Fold 4 vs. Z Fold 3: vale a pena atualizar?
Publicidade
Publicidade

A Samsung tem vindo a apostar mais e mais na sua gama de smartphones dobráveis, ao ponto de os transformar numa categoria de produtos estável, bem sedimentada no mercado. O Galaxy Z Fold 4 não traz mudanças radicais e revolucionárias, mas recebe algumas alterações interessantes ao nível do design e desempenho, muito embora possam não ser suficientes para os proprietários de dispositivos de gerações anteriores. Isso não significa, no entanto, que este tipo de equipamentos não possa figurar entre os melhores smartphones do mercado.

Vamos descobrir o que une e separa o Galaxy Z Fold 4 do modelo anterior, o Galaxy Z Fold 3?

Design e construção

Se colocarmos os dois smartphones lado a lado, verificamos que estes são bastante idênticos. As diferenças só se tornam perceptíveis quando olhamos mais de perto. A câmara do Galaxy Z Fold 4 possui um sensor de 50 MP emprestado do Galaxy S22+, o que justifica uma saliência maior e mais evidente em comparação com a do Z Fold 3. A protuberância faz com que o dispositivo possa oscilar quando colocado em cima de uma superfície, embora a compra de um estojo para o dobrável deva mitigar este problema. O Z Fold 4 é também um pouco mais curto e largo do que o Z Fold 3 - por conta do ajuste nas proporções de ambos os ecrãs -, e a dobradiça foi refinada. Quando o Z Fold 4 está fechado, parece ser mais comprido do que os smartphones tradicionais, mas menor do que a oferta do ano passado.

Estas alterações estéticas contribuem para uma melhoria notável no conforto sempre que seguramos o equipamento. O Z Fold 4 é mais agradável de segurar do que o Z Fold 3 e oferece um teclado mais amplo quando digitamos com o ecrã frontal.

Z Fold 4: 155.1 x 130.1 x 6.3 mm (desdobrado), 155.1 x 67.1 x 15.8-14.2 mm (dobrado). 263 g.
Z Fold 3: 158.2 x 128.1 x 6.4 mm (desdobrado), 158.2 x 67.1 x 16-14.4 mm (dobrado). 271g.

Desempenho e autonomia

É aqui que o utilizador encontra a melhoria mais percetível. O Z Fold 3 é alimentado pelo Snapdragon 888 5G, enquanto que o Z Fold 4 está equipado com o mais recente chip da Qualcomm, o Snapdragon 8+ Gen 1. A gigante sul-coreana optou por atualizar também a GPU, tendo passado da Adreno 660 para a Adreno 670 no modelo mais recente. Como resultado, temos um smartphone com um desempenho superior em multitarefas e jogos, e mais eficiente a nível energético.

Ao nível do armazenamento, a nova proposta da Samsung conta com três opções disponíveis na forma de 256 GB, 512 GB e 1 TB. Já o modelo anterior está somente disponível nas versões de 256 GB ou 512 GB de armazenamento interno.

Ambos os terminais contam com uma bateria de 4 400 mAh, com suporte para carregamento rápido de 25W. A Samsung realizou apenas alguns ajustes no Galaxy Z Fold 4 para que carregue 30% mais rápido que o seu antecessor. De acordo com a mesma, o modelo recente consegue carregar 50% da bateria em 30 minutos.

Já o carregamento sem fios do Galaxy Z Fold 4 fornece 15W contra os 11W no Galaxy Z Fold 3.

Configuração das câmaras

Ao nível das câmaras, encontramos mais uma diferença notória entre os dois equipamentos. O modelo do ano passado apresenta uma configuração de câmara traseira com um sensor primário, um sensor ultra grande-angular e um telefoto, todos com uma resolução de 12 megapixéis. Por sua vez, o Galaxy Z Fold 4 chega com um sensor grande-angular de 50 MP, um ultra grande-angular de 12 MP e um telefoto com 10 MP de resolução. Apesar de este último ter menos resolução do que o sensor incorporado no Galaxy Z Fold 3, fornece zoom ótico de 3x enquanto que o sensor telefoto do modelo antecessor se fica pelo zoom ótico de 2x.

No painel frontal, ambas as gerações contam com uma câmara de quatro megapixéis sob o ecrã e uma câmara de 10 MP no ecrã externo.

Z Fold 4: câmara tripla (50 MP + 12 MP + 10 MP), câmara frontal de 10 MP, 4 MP de câmara sob o ecrã;
Z Fold 3: câmara tripla (12 MP + 12 MP + 12 MP), câmara frontal de 10 MP, câmara sob o ecrã de 4 MP.

Compensa atualizar para o Galaxy Z Fold 4?

O Samsung Galaxy Z Fold 4 chega ao mercado com características muito semelhantes ao seu predecessor, oferecendo alguns ajustes menores e melhorando a durabilidade, ao invés de reformular drasticamente o projeto.

No entanto, o Z Fold 4 também recebe um aumento de desempenho, uma opção de armazenamento extra e várias melhorias na bateria e na câmara. Para os consumidores que estão indecisos entre o Z Fold 4 e o Z Fold 3, o Z Fold 4 é a melhor opção. Para os que se estão a questionar se devem atualizar do modelo anterior para o mais recente, há algumas razões para o fazer, como as melhorias de desempenho e de câmara, mas em termos de design, as mudanças podem não ser suficientes para dar o salto desta vez. O preço, que ronda 0os 1 860 euros pela versão com 256 GB de armazenamento interno, dá ainda menos motivos para atualizar para a última geração do Samsung Galaxy Z Fold.

Partilhar artigo