Será o teu Android alvo de espionagem? Sabe como descobrir

Estas dicas podem ajudar-te a perceber se o teu equipamento está infetado.
Escrito por António Guimarães e
3 mins de leitura
Será o teu Android alvo de espionagem? Sabe como descobrir
Photo by Chris Yang / Unsplash
Publicidade
Publicidade

Com a utilização massiva dos smartphones, nasceu uma preocupação: a segurança dos seus utilizadores. Atualmente, equipamentos podem ser alvos de spyware ou outros programas maliciosos, com intenções desde roubo de dados ou património financeiro.

Contudo, há sinais que podem significar que o teu equipamento está infetado. Salientamos que há problemas que podem ser causados por falta de memória ou hardware ultrapassado. Caso queiras saber como melhorar o desempenho do teu Android, lê o nosso guia dedicado.

Problemas de desempenho

Softwares maliciosos tem a tendência de correr em plano de fundo, devorando recursos do telemóvel e recolhendo dados. Esta operação pode tornar o teu equipamento lento, sem razão aparente.

Drenagem repentina da bateria

Imagina que compras um equipamento novo e passados meros meses, já detetas problemas na autonomia. Do nada, a bateria esgota-se. Como mencionado acima, os softwares maliciosos utilizam muitos recursos do telemóvel, que, por sua vez, sugam a bateria.

Podes verificar quais aplicações gastam mais bateria acedendo às Definições > Bateria > Utilização de bateria. As designações podem variar consoante o equipamento, mas todos os telemóveis Android atuais tem esta opção.

Battery low, let's engage airplane mode! Dark mode and vibration enabled, of course.
Photo by Sten Ritterfeld / Unsplash

Verifica consumos de dados móveis

Para recolher os teus dados e enviá-los aos criminosos, apps maliciosas podem consumir dados móveis. O teu plafond mensal de internet esgotou-se misteriosamente? Verifica a utilização.

Abre as Definições > Ligação > Cartão SIM > Utilização de dados. Mais uma vez, as opções podem variar consoante o teu equipamento, mas como alternativa podes simplesmente pesquisar "dados" nas definições.

O telemóvel aquece misteriosamente

Caso utilizes o telemóvel enquanto carregas ou corras um jogo, ou app pesada, é provável que o teu equipamento aqueça. No entanto, em utilização normal não é suposto acontecer. Isto pode significar um defeito de fabrico, ou infeção por software malicioso.

Photo by Daniel Romero / Unsplash

Atividade "paranormal"?

Não literalmente. Contudo, se a tua chamada estiver a ser ouvida por terceiros, poderás ouvir barulhos como white noise, eco ou outros ruídos estranhos.

Equipamento liga-se e desliga-se sozinho

Telemóveis a desligarem-se e a ligarem-se sozinhos é bizarro. Pode ser causado por um defeito no equipamento ou também por infeção por software malicioso.

Mensagens estranhas

Andas a receber mensagens com códigos estranhos, com letras e números de remetentes desconhecidos? Hackers por vezes comunicam com equipamentos infetados por mensagem para executar comandos.

Aplicações desconhecidas

Verifica as tuas aplicações instaladas. Alguma que desconheças ou que não te lembres de instalar? É melhor desinstalar.

O que posso fazer para evitar apps maliciosas?

Antes de mais, não deves ficar paranóico. Isoladamente, algumas destas situações podem ser puramente defeitos do equipamento. Contudo, se tiveres um equipamento que exibe vários dos problemas descritos acima, é possível que tenhas um telemóvel infetado.

1. Encontrar a app manualmente

Nas definições, consegues ver todas as apps instaladas. Além disso, na gestão de bateria, consegues também ver as apps que estão a ser executadas no momento. Estas opções podem ajudar a encontrar a app maliciosa.

2. Evita transferir apps fora da Google Play Store

A não ser que saibas o que fazes, instalar uma app fora da Play Store pode trazer problemas. Pensa assim: se a própria Play Store por vezes deixa passar apps maliciosas, imagina outros sites que não tem os recursos da Google para bloquear essas apps.

The Google Play Store for Android Phones.
Photo by Mika Baumeister / Unsplash

3. Cuidado com o root

Desbloquear o teu equipamento com root também não é aconselhável se fores um principiante. O desbloqueio por root faz com que um hacker tenha acesso ao sistema do teu equipamento e consiga alterar tudo.

4. Repor o equipamento com as definições de fábrica

Em último caso, podes fazer a reposição de fábrica ao teu equipamento. Lembra-te, no entanto, de fazer uma cópia de segurança dos teus dados antes.

Acima de tudo, usa o bom senso. Não partilhes palavras-passe, protege o teu equipamento com códigos além da autenticação biométrica.

Partilhar artigo